Unidade:

A sociedade inserida na comunidade pode ser a alternativa para a evasão escolar?

Data de Publicação: 13/11/2017.

       A evasão escolar é um tema que gera debate entre as diversas esferas sociais, desde os professores da educação básica a pais das redes estaduais e municipais, bem como aos sociólogos. Para estes pesquisadores, esta visão "macro" deve ser abordada na análise acerca da evasão escolar.

       De acordo com o professor do CESURG, Cláudio Alberto dos Santos, "a escola não deve mais abraçar todo o processo educacional, ou seja, a sociedade tem que começar a fazer parte da construção escolar. E isso deve ocorrer de forma mais local, in loco, isto é, nos Centros de Tradições Gaúchas, grupos de esportes, organizações de bairro, organizações de mães, movimentos sociais, sindicatos, movimentos de agricultores, entre outros, todos devem fazer parte da discussão da política do projeto pedagógico".

       Essa discussão foi abordada por Santos durante a palestra "Ação comum pela aprendizagem", com os professores da Escola Estadual de Ensino Fundamental Dom José Coutinho, de Sarandi, estudando meios de inibir a evasão escolar. Santos salienta ainda as mudanças que estão ocorrendo na educação no século XXI. "O projeto pedagógico não é mais da escola, passa a ser da sociedade como um todo. Essa é a saída para a escola acompanhar as transformações sociais e reduzir a evasão escolar. Acredito que as famílias deveriam estar nas escolas discutindo projeto pedagógico, é preciso trazer outros setores sociais para dentro da escola e então a escola fará parte de um todo".

Galeria de Imagens: